Serviço Social do CA
  • 👉💻 Serviço Social Divulga

    Publicado em 15/06/2020 às 18:00

    Um grupo de acadêmicas e uma professora do curso de Psicologia da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) criou um jogo de tabuleiro sobre o coronavírus que auxilia na adaptação de crianças de 5 a 11 anos ao novo contexto social. Ficou interessado?

    Confere a matéria completa de Natália Uriarte Vieira no link abaixo, e aproveita e baixa o jogo para brincar com a família!

    https://www.univali.br/noticias/Paginas/grupo-cria-jogo-de-tabuleiro-sobre-o-coronavirus-.aspx?fbclid=IwAR0sqXo4WswJB8hBHhyNvyw7658dSv5F3Y2iXwCry5Cs9piJj4NzlJ3KLVQ


  • 🤔Está com dúvidas de como acessar a tarifa social de energia elétrica?

    Publicado em 10/06/2020 às 13:59

     

    O Comitê SUAS/SC – Covid19: em defesa da vida, em parceria com o Movimento dos Atingidos por Barragens – MAB, traz informações sobre a Tarifa Social de Energia Elétrica. 💡

    👉Confira no Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=PCgaYuMCacM


  • Publicado em 10/06/2020 às 13:54

    👉💻 Serviço Social Divulga!


  • Live “Covid-19: agora mais do que nunca, protejam as crianças e adolescentes do trabalho infantil”

    Publicado em 09/06/2020 às 12:02

    O Ministério Público do Trabalho de Santa Catarina, ao lado das outras instituições que integram o Fórum de Erradicação do Trabalho Infantil no estado (FETI-SC), promove a live “Covid-19: agora mais do que nunca, protejam as crianças e adolescentes do trabalho infantil”.
    A transmissão ocorrerá no dia 09, às 18h pelo canal do Youtube do FETI-SC. A ação é realizada em razão da campanha nacional pelo Dia Mundial de Erradicação do Trabalho Infantil, em 12 de Junho.
    O evento contará com cinco painéis apresentados pelos seguintes participantes:
    1 – Alberto de Souza, Auditor Fiscal do Trabalho, Chefe da Sessão de Inspeção do Trabalho de Santa Catarina, Coordenador de Combate ao Trabalho Infantil e Inclusão de Aprendizes no mundo do Trabalho.
    Painel: “Convenções 138 e 182 – paradigmas, lista tip, contextualização do trabalho infantil e tráfico de drogas”
    2 – João Luiz de Carvalho Botega, Promotor de Justiça e Presidente do Conselho Consultivo do Centro de Apoio Operacional da Infância e da Juventude.
    Painel: “Populações vulneráveis e a relação com medida socioeducativa, perspectivas do MPSC e as ações de enfrentamento ao trabalho infantil”
    3 – Soraya Franzoni Conde, Professora CED/ UFSC e Professora Visitante na City University of New York – CAPES/PRINT/UFSC.
    Painel: “Covid-19 e trabalho infantil”
    4 – Teresa Regina Cotosky, Desembargadora Vice-Presidente do TRT 12ª Região e Gestora Regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem no âmbito da Justiça do Trabalho.
    Painel: “Exploração Sexual de crianças e adolescentes na pandemia”
    5 – Marcelo Goss Neves, Procurador-chefe do MPT-SC e Coordenador do FETI-SC e coordenador substituto da Coordinfância em SC.
    Painel: “Aprendizagem Profissional no combate ao trabalho infantil e a profissionalização em tempos de covid-19”
    A transmissão será mediada pela jornalista Maria Odete, que por mais de 30 anos atuou como repórter e apresentadora para as emissoras RBS; TV Barriga Verde, filiada da rede Bandeirantes; e para a Record News de Santa Catarina, do Grupo RIC, filiado à Rede Record.
    A jornalista também participou de dezenas de eventos culturais e científicos no Brasil e no exterior, angariando alguns prêmios e reconhecimentos públicos pelo seu trabalho com o Educação & Cidadania.

     

    👉💻 Serviço Social Divulga!

     

    Fonte Conteúdo e Imagem:#Repost Facebook Programa de Pós Graduação em Serviço Social https://web.facebook.com/photo?fbid=3336244429770830&set=a.1511422768919681 Acesso em 08/06/2020


  • Publicado em 09/06/2020 às 11:57

    💻👉 Serviço Social Divulga!


  • MPSC lança campanha: COMBATA O RACISMO TODOS OS DIAS!

    Publicado em 08/06/2020 às 14:09
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

    As mortes recorrentes contra a população negra escancaram a letalidade e a violência do #racismo que ainda estrutura a nossa sociedade.

    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

    Nesse contexto, precisamos compreender como podemos, cada um de nós, contribuir para alterar o quadro de exclusão dos negros a fim de construir uma sociedade mais justa e democrática.

    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

    Racismo é crime e consiste em grave violação aos direitos humanos. Precisamos combatê-lo todos os dias! Essa é uma luta de todos e também do Ministério Público.

    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

    Presenciou ou sofreu racismo? Acesse o portal do MPSC e denuncie: mpsc.mp.br/atendimento-ao-cidadao/denuncie

     

    👉💻 Serviço Social Divulga Campanha do MPSC.

    Fonte conteúdo e Imagem: #Repost https://web.facebook.com/photo?fbid=3001687070108518&set=pcb.3001689623441596 . Acesso em 05/06/2020


  • Professora do CA participa de Live do projeto “Letras Uniplac – 50 anos: Eu fiz parte desta história”

    Publicado em 05/06/2020 às 15:16

    Na próxima sexta-feira, *dia 05 de junho*,⌚ às *19h*, ocorre a segunda Live do projeto *”Letras Uniplac – 50 anos: Eu fiz parte desta história”*. Para acessá-la, 💻basta clicar no link meet.google.com/hwo-hvri-mci. A convidada será a integrante do quadro de professores do CA: *Profa. Dra. Maristela Campos*, egressa do curso de Letras da Uniplac e Doutora em Inglês – Estudos Linguísticos e Literários, com o tema “Identidades sociais nas aulas de inglês”. Haverá certificação gratuita para os participantes.

     😉 Confiram!


  • Publicado em 05/06/2020 às 15:05

     

    🧓🏻 O Junho Violeta é o mês de conscientização e combate à violência contra a pessoa idosa.

    ℹ️ A pior violência é o seu silêncio!

    📲 Violência contra idoso é crime!

    📲 Disque 100 e denuncie!


  • A Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica de São Paulo disponibiliza atendimentos psicológicos

    Publicado em 04/06/2020 às 15:49
    Devido ao cenário atual em que nos encontramos, a Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica de São Paulo está disponibilizando atendimentos psicológicos a fim de apoiar os profissionais da saúde e outros que estejam envolvidos na recepção de pacientes vítimas de COVID-19 (limpeza, administração, triagem e etc.), pacientes e familiares de pacientes e de falecidos.⠀
    Serão realizadas até 4 sessões por meio de vídeo chamada online, autorizadas pela orientação e resolução CFP 11/2018 e CRP 11 nº 09/2020, totalmente gratuitas.⠀
    Esta é uma forma de os psicólogos e psiquiatras contribuírem com o auxílio às pessoas que estão sofrendo neste momento, pois é por meio da solidariedade que caminharemos para longe desta pandemia.⠀
    Se você deseja conversar, saiba que a SBPA está de braços abertos para te ouvir e aconselhar nesta situação tão difícil na qual nossa sociedade se encontra.⠀
    #Postagem da Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica
    👉💻Serviço Social Divulga!

  • O Instituto Vita Alere de Prevenção e Posvenção do Suicídio colaborou na elaboração da cartilha: Suicídio na pandemia Covid-19

    Publicado em 02/06/2020 às 18:55

    Pesquisadores colaboradores do Centro de Estudos e Pesquisas em Emergências e Desastres em Saúde (Cepedes/Fiocruz) disponibilizam a 16ª cartilha da série “Saúde Mental e Atenção Psicossocial na Pandemia Covid-19”. A mais recente publicação tem como objetivo auxiliar profissionais de saúde a identificarem sinais de alerta e atuarem na prevenção do suicídio.

    A pandemia de covid-19 pode ter efeitos na saúde mental das pessoas, desde reações esperadas, como estresse agudo, até agravos mais sérios, que causam profundo sofrimento psíquico. De acordo com a cartilha, “tendo em vista as estatísticas que apontam o aumento dos casos de tentativas e suicídios após eventos extremos, identifica-se como fundamental o desenvolvimento de estratégias de prevenção, acompanhamento e posvenção, visando o bem-estar da população”. Os autores explicam que “posvenção é um conjunto de atividades de cuidado oferecido às pessoas em luto por suicídio, cujo objetivo é apoiar sua recuperação e evitar possíveis complicações”.

    A cartilha apresenta algumas características específicas sobre o comportamento nas diferentes fases da vida: crianças e adolescentes, adultos e pessoas idosas, destacando sinais de alerta mais comuns que merecem atenção em cada faixa etária. A publicação traz também um quadro que busca resumir como o profissional de saúde pode atuar no cuidado. As recomendações incluem, entre outras, não duvidar, desqualificar ou minimizar o relato de desejo de morte; acolher a pessoa e sua família, sem julgamentos; ter escuta cuidadosa e respeitosa; evitar apontar culpados ou causas. “Impedir o rápido acesso aos meios é uma das grandes medidas de prevenção”, lembra o documento.

    Ao abordar o contexto de pandemia, a cartilha defende que “práticas e políticas públicas voltadas para a promoção de saúde mental e prevenção do suicídio são de extrema relevância nesse momento”, sugerindo intervenções universais (destinadas a toda a população), seletivas (com foco em indivíduos e populações sob baixo risco) e indicadas (ações imediatas e específicas para indivíduos e populações sob risco iminente ou que já desenvolveram o comportamento que se busca prevenir).

    A publicação comenta questões relacionadas ao luto e às melhores práticas de posvenção. Ao final, reúne algumas orientações sobre a divulgação do tema. A abordagem nas mídias (especializadas ou nas redes sociais) deve ser feita “com responsabilidade e cuidado”: reportagens com informações inadequadas, fotos sobre suicídio e cartas de despedida, ao serem divulgadas, “podem provocar um efeito negativo, especialmente em momentos de vulnerabilidade como o que estamos vivenciando durante a pandemia”.

    Por:Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
    Brasília 22/05/2020
    Por: Fernanda Marques

    Fonte Imagem: Instituto Vita Alere de Prevenção e Posvenção do Suicídio